As vendas online têm sido a escolha de milhares de pessoas que querem ter o próprio negócio. Contudo, entender todas as etapas desse processo ainda é um desafio para diversos empreendedores. Se este é o seu caso, acompanhe este artigo pois nós vamos ensinar tudo sobre desenvolvimento de Ecommerce. Vamos lá?

De acordo com o relatório Webshoppers 46, realizado pela a NIQ Ebit, o Ecommerce registrou 118,6 bilhões em vendas no 1º semestre de 2022 em comparação ao semestre anterior. Na prática, a quantia simbolizou um crescimento de 6% nas transações

Nada mal, concorda?

Não é à toa que tantas pessoas querem saber como aproveitar o mar de oportunidades que esse mercado proporciona. Mas poucos sabem como fazer isso de maneira adequada… 

Ao longo deste artigo, nós vamos te ensinar tudo sobre desenvolvimento de site Ecommerce. Isto é, qual a sua importância e todas as etapas necessárias. Acompanhe os próximos tópicos!

Por que o desenvolvimento de Ecommerce é importante?

A partir do momento que você desenvolve um bom site de Ecommerce, maiores são as chances de você lucrar de verdade vendendo na internet. 

Tudo bem que é possível ganhar dinheiro online de várias formas… Marketplaces, redes sociais, marketing de afiliados são alguns exemplos disso. 

Mas quando falamos em ganhos sólidos e significativos no Ecommerce, o principal meio de fazer isso é por meio das vendas em lojas virtuais (que também chamamos muitas vezes de Ecommerce).

Para você ter uma ideia, 290 mil lojas virtuais foram criadas em 2021, de acordo com levantamento do PayPal Brasil. O número equivale à criação diária de 789 sites de Ecommerces.

Isso significa que todos eles tiveram sucesso? Não necessariamente. 

Para conquistar uma boa taxa de conversão vendendo online é preciso criar e estruturar uma loja virtual da melhor forma possível. E isso, acredite, é um desafio para muitos empreendedores.

Mas nós não falaríamos de nada disso se não tivéssemos uma solução para o problema, não é mesmo?

A seguir, vamos te apresentar algumas etapas essenciais para criar um negócio de sucesso no ambiente online… ao final, você ainda vai conferir um bônus bem interessante. Preparado?

Como desenvolver um site de Ecommerce? 16 etapas

Não é mais uma novidade que as vendas online representam boas oportunidades de negócios, não é verdade? O ponto que chama a atenção, entretanto, é justamente como desenvolver um site de Ecommerce da melhor maneira possível…

Isto é, uma loja virtual bem estruturada, que realmente converta um alto número de vendas. Para isso, existem algumas etapas fundamentais que todo empreendedor precisa seguir. 

Vamos te apresentar, abaixo, as 16 etapas que você não pode ignorar no processo de desenvolvimento de Ecommerce. 

Veja!

1. Crie um plano de negócio

O plano de negócio é a primeira etapa a ser cumprida quando falamos em desenvolvimento de Ecommerce. 

Como o nome já indica, o plano de negócio é um documento em que deve conter tudo o que diz respeito ao empreendimento. Segmento de atuação, tipo de produto, fornecedores, canais de venda, etc. 

À primeira vista, ele pode parecer um pouco complexo de elaborar, mas não é o caso. Reserve um espaço na sua agenda e preencha todas as informações com atenção e calma. Esse documento vai ser valioso para guiar os rumos do negócio, logo, não o crie com pressa, combinado? 

Lembre-se que um plano de negócio bem-feito é a base de uma empresa bem estruturada. Falamos mais sobre isso no artigo: O que é plano de negócio? Entenda sua importância e como montar um

2. o nicho de mercado em que vai atuar

Em qual nicho de mercado você vai atuar? É preciso definir isso de forma clara, pois todas as atividades do negócio estarão ligadas a essa questão. 

Busca pelos melhores produtos, análise da concorrência, estratégias de vendas, enfim, diversos fatores dependem disso. 

Portanto, vale a pena você pensar não só nos produtos que estão em alta no mercado – já que há grandes chances dessa procura diminuir com o tempo –, mas também seus gostos pessoais, hobbies, etc. 

Muitas vezes é a partir de atividades que você mais se identifica que pode ser possível encontrar um segmento de mercado lucrativo. 

Leia também: Como começar um negócio com pouco dinheiro [+ 8 ideias lucrativas]

3. Conheça o seu público

Ao pensar em como desenvolver um site de Ecommerce, lembre-se que ele será direcionado para um público-consumidor. Toda empresa possui o seu público ou, melhor dizendo, a sua persona

Na prática, a persona diz respeito ao perfil do seu cliente ideal, funcionando como uma ferramenta para facilitar o entendimento dos comportamentos e personalidades dos seus compradores.

Sabendo quem ela é, você consegue traçar ações mais direcionadas, que vão te ajudar na tomada de decisão, na definição de estratégias de vendas e em diversos outros fatores. 

Uma maneira de descobrir isso é preencher o mapa da empatia. Ele nada mais é do que uma ferramenta colaborativa que contém algumas perguntas-chave para você identificar quem é o seu público e, a partir disso, conhecer e entender as suas dores e necessidades. Para acessá-lo, clique aqui

4. Registre um domínio

O domínio é o endereço do seu site de vendas. Ou seja, aquele que as pessoas vão digitar na barra de pesquisa do navegador para acessar o seu negócio. 

A ideia é que você registre esse endereço com o nome da sua empresa, tanto no “.com” como no “.com.br”. Isso vai evitar que concorrentes usem um deles e clientes não achem o seu Ecommerce caso digitem o endereço errado. 

E quando falamos em vendas online, esses sites dizem respeito às lojas virtuais, em que você tem uma vitrine online para expor seus produtos e consegue fazer toda a gestão do seu negócio. Mas vamos falar mais sobre isso a seguir…

Por ora, vale a pena conferir o vídeo em que Bruno de Olivera, CEO do Ecommerce na Prática, mostra como registrar um domínio para o seu Ecommerce:

5. Conte com uma boa plataforma de Ecommerce

Quando o assunto é desenvolvimento de Ecommerce, não podemos deixar de falar sobre as plataformas de Ecommerce. São elas que vão te dar o suporte necessário para criar e alavancar o seu negócio.

Com esse tipo de serviço, você consegue criar layouts personalizados, incluir formas de pagamento e envio, fazer a gestão de marketing e de todo o negócio em um só lugar.

Existem várias opções no mercado hoje em dia, mas por aqui nós indicamos a Nuvemshop, líder em toda a América Latina. Você pode começar pelo plano gratuito ou, por ser leitor do EnP, contar com 25% de desconto no pagamento da primeira mensalidade de qualquer outro plano. 

Bem interessante, não é verdade? Para aproveitar o benefício, basta utilizar este link

Aproveite para ler: Como criar site na Nuvemshop: passos, dicas e desconto!

6. Tenha um site responsivo

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), 87% dos brasileiros usam o smartphone para fazer compras pela internet. Esse percentual mostra o quanto os lojistas precisam ter um site adaptado para dispositivos móveis, como celulares, tablets, etc. 

Imagine receber a visita de centenas pessoas todos os dias, mas perceber que todas estão desistindo de comprar porque a experiência do usuário não é agradável o bastante? Complicado, não é verdade?

Por isso, não hesite em ter um site responsivo para que os clientes se sintam seguros de comprar contigo quando e por onde quiserem. O foco é você não perder nenhuma oportunidade de venda! 

7. Otimize as páginas de produto para SEO

A sua loja virtual precisa estar no topo dos resultados do Google. É isso que vai fazer com que as pessoas encontrem o seu negócio de maneira orgânica ao fazerem pesquisas no buscador…

Para fazer isso, no entanto, você precisa otimizar as páginas de produtos com base nas técnicas de SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para Motores de Busca, em português). 

Isso significa trabalhar a imagem, o título, a descrição e outros pontos da página de produtos de maneira estratégica. Essa não é, de fato, uma das tarefas mais simples. Pelo contrário, ela leva um pouco mais de tempo para gerar resultados do que os anúncios pagos, por exemplo. 

Contudo, os benefícios são inquestionáveis. Isso porque, uma vez que o seu site está na primeira página do Google, mais tráfego e autoridade ele terá. 

Se você quiser saber mais sobre o assunto, no vídeo abaixo Bruno de Oliveira, CEO do EnP, apresenta dicas valiosas de SEO para loja virtual:

8. Tenha bons fornecedores

Na hora de pensar no desenvolvimento de Ecommerce, tenha algo crucial em mente: é preciso contar com bons fornecedores. Eles são parceiros profissionais importantes, que vão garantir as mercadorias que você vai vender.

O indicado é que você trabalhe não trabalhe apenas com um, mas dois, três, quatro ou mais fornecedores de confiança. Assim, caso algum deles não possa te atender, outro certamente fará isso. E você não deixará o seu cliente sem o produto desejado.  

Para te dar uma ajudinha na hora de encontrá-los, sugerimos a leitura do artigo: Como encontrar fornecedores para o seu Ecommerce?

9. Invista em marketing digital

Não dá para falar em venda online para iniciantes sem citar a relevância do marketing digital. Aliás, isso vale até mesmo para os lojistas mais experientes. 

Basicamente, sem as estratégias de marketing digital, você não vai conseguir atrair, converter e fidelizar clientes. Por isso, é preciso investir em iniciativas como: e-mail marketing, anúncios no Google Ads ou Facebook Ads, páginas otimizadas para os mecanismos de busca (SEO) e por aí vai.

Há diversas possibilidades quando o assunto são estratégias de marketing digital. Analise quais fazem mais sentido para a sua empresa e vá em frente!

10. Divulgue o seu Ecommerce

Quem não é visto não é lembrado. E quando falamos em desenvolvimento de Ecommerce, esse velho ditado também é bastante válido.

Para que você alcance o reconhecimento e o volume de vendas que deseja, é preciso divulgar a sua marca e os seus produtos. Para isso, você pode usar todo o poder das redes sociais, por exemplo…

Instagram, Facebook, TikTok, Youtube e Twitter são as principais.  Em quais a sua persona está presente? 

Produzir conteúdo relevante com frequência por esses canais pode ser um divisor de águas na divulgação dos seus produtos. Já pensou nisso?

Falamos mais sobre divulgação neste artigo: Divulgação de produto: 11 dicas para você não errar na sua estratégia

11. Escolha as formas de pagamento e envio

No início pode ser um pouco complicado disponibilizar muitas formas de pagamento. Mas não deixe de fazer isso conforme o negócio for amadurecendo, combinado?

Os consumidores online estão cada vez mais exigentes e isso significa que eles querem facilidade na hora de pagar por produtos e serviços

É claro que a seleção dos meios de pagamentos vai depender muito da persona da sua empresa. Mas isso não significa que você já não possa começar a trabalhar para liberar métodos como: cartão de crédito e débito, boleto, PIX, etc. 

12. Defina a logística do seu Ecommerce

Da mesma maneira que seus clientes querem diversidade nas opções de pagamento, eles também desejam o mesmo para os envios. 

Mais do que isso: quando uma pessoa fala em compra online hoje em dia, muitas vezes, ela também está falando de praticidade e agilidade. Ou seja, você precisa disponibilizar as opções que mais agradam o seu comprador

Por exemplo, se os seus consumidores querem receber mais rapidamente, pense na possibilidade de implementar a retirada em loja ou a entrega expressa. Uma boa alternativa para isso é fechar um contrato com os Correios ou, até mesmo, uma parceria com empresas particulares. 

Para te ajudar a entender isso melhor, criamos este artigo: Qual a melhor transportadora para Ecommerce? Descubra

13. Estabeleça um atendimento profissional

Um bom atendimento é essencial para o desenvolvimento de Ecommerce. Os clientes precisam ser atendidos da melhor maneira possível, seja para tirar dúvidas, fazer elogios ou reclamações, comprar ou qualquer outra questão.

Imagine que uma pessoa comprou um determinado produto mas, por algum motivo, recebeu outro. Ela liga e afirma para um atendente que não quer mais receber o item correto e ainda deseja cancelar a compra. Como resolver isso?

A tarefa não é a mais fácil, mas um bom atendimento pode ajudar a resolvê-la. A partir do momento que você tem uma equipe bem treinada, problemas podem ser revertidos, evitando o cancelamento de compras e a insatisfação do comprador. 

Lembrando que um atendimento é indispensável em qualquer etapa da jornada de compra do consumidor. Logo, esteja preparado para desenvolver um bom atendimento na sua loja virtual.

14. Estruture um bom pós-venda

Para complementar ainda mais esse ponto do atendimento, vale a pena você ficar atento ao pós-venda

Ao contrário do que muitos imaginam, a venda não acaba quando o pagamento é feito na página de checkout. Na verdade, é preciso disponibilizar atendimento antes, durante e depois da compra. 

A ideia é fazer com que os clientes retornem para comprar mais vezes na sua loja virtual, certo? Então isso inclui acompanhar a satisfação do consumidor após a chegada do produto em sua casa.

Um bom caminho é estudar as leis do Ecommerce, que vão desde os direitos do consumidor até os deveres de um Ecommerce.

Você também pode gostar de ler: Lei do arrependimento no Ecommerce: o que diz o código do consumidor?

15. Monitore os resultados constantemente

Já se foi o tempo em que estratégias eram traçadas sem o devido acompanhamento dos resultados. Hoje, manter um fluxo de mensuração dos resultados é crucial para o desenvolvimento de Ecommerce.

E quando falamos em monitoramento, estamos nos referindo à visualização dos números desde o início da ação. Ou seja, não é preciso esperar até o final da iniciativa para saber se ela gerou ou não os resultados esperados. 

Acompanhar desde o início, inclusive, vai te ajudar a fazer ajustes pontuais para que seja possível alcançar o objetivo traçado de um jeito mais rápido e eficiente.

16. Pense na melhoria contínua

Nenhum empreendedor evolui seu negócio sem o devido conhecimento. É um erro imaginar que os estudos ficam só na fase inicial da empresa… Quem vende online precisa estar em constante aprendizado. 

É preciso saber não só como montar, mas também como deixar uma loja virtual pronta para lucrar alto todos os dias no Ecommerce

E a boa notícia é que nós podemos te ajudar nisso! 

Com o treinamento Loja Virtual do Zero, disponível por meio da assinatura do Ecommerce na Prática!

Por lá, você ainda tem acesso a diversos conteúdos sobre os mais variados temas importantes no setor de Ecommerce.

Para criar a sua loja virtual do zero e levar o seu negócio para outro patamar, clique aqui:

Quero criar minha loja virtual do zero!

Perguntas Frequentes

Por que o desenvolvimento de Ecommerce é importante?

A partir do momento que você desenvolve um bom Ecommerce, maiores são as chances de você lucrar de verdade vendendo na internet. Você pode ter um negócio bem estruturado e pronto para faturar alto todos os dias.

Como desenvolver um site de Ecommerce?

Para desenvolver um site de Ecommerce você deve: 1. Criar um plano de negócios. 2. Definir o nicho de mercado em que vai atuar; Conhecer o seu público; 4. Registrar um domínio; 5. Contar com uma boa plataforma de Ecommerce; 6. Ter um site responsivo; 7. Otimizar as páginas para SEO; 8. Ter bons fornecedores; 9. Investir em marketing digital; 10. Divulgar seu Ecommerce; 11. Escolher formas de pagamento e envio; 12. Definir a logística; 13. Estabelecer um atendimento profissional; 14. Estruturar um bom pós-vendas; 15. Monitorar os resultados; 16. Pensar na melhoria contínua.