Caso o dinheiro ainda seja algo que faça você desistir de ter a sua própria loja, hoje, vou te mostrar como empreender do ZERO com menos de um salário mínimo.

“Ah, mas isso não é possível”. Sim, é bem possível e será comprovado ao longo deste artigo.

Inclusive, o baixo custo para iniciar um negócio é uma das vantagens de vender na internet. 

Por isso, o Ecommerce é uma ótima oportunidade para quem quer começar a empreender com pouco. 

No vídeo abaixo, Bruno de Oliveira, CEO  e fundador do Ecommerce na Prática, fala sobre Como empreender do Zero com 1000,00 reais ou menos. Assista:

YouTube video player

Como empreender do Zero com mais ou menos 1000 reais?

Vou adiantar uma coisa para você não criar muitas expectativas: começar um negócio com mil reais não é algo fácil, mas sim, é possível. 

A verdade é que fica bem mais fácil dar o pontapé inicial de uma empresa com um bom investimento, não é mesmo? Isso está bem claro… 

Mas, se você tem acesso ao direcionamento correto, é empenhado e tem  resiliência, é plausível começar a empreender do zero.

Além disso, tenho outros dois pontos que precisam ser evidenciados antes de irmos para a prática...

A primeira coisa a se fazer é ter critérios para direcionar o dinheiro disponível e, principalmente, o lucro que terá após dar início ao negócio.

Para que você tenha uma empresa sustentável, é necessário reinvestir todo o lucro para que a engrenagem do negócio online gire cada vez mais rápido.

Dito isso, vamos aos primeiros passos para que você consiga empreender com apenas 1000,00 reais ou menos.

1º Etapa

Neste primeiro momento, a ideia é que você já tenha em mente o que vender, para quem vender e quem vai te fornecer… 

Aliás, o seu plano de ação rápido já deve estar preparado. Caso ainda não tenha nenhum desses pontos alinhados, recomendo que leia o artigo “Como começar um Ecommerce do Zero [Passos que Realmente Funcionam]”.

Em seguida, você precisa eliminar o valor do produto… Por isso, é importante ter um plano definido com o produto que vai trabalhar e as possíveis parcerias com bons fornecedores. 

Essa parceria poderá funcionar da seguinte forma: o fornecedor te manda o estoque atualizado todos os dias e você vende sob demanda. 

Dessa forma, você não precisa se preocupar com estoque e logística de entrega, apenas será responsável  pelas vendas.

E por qual canal de venda você pode vender esse produto? 

Você pode começar utilizando seu próprio perfil no instagram, por exemplo, divulgando para amigos próximos e também alcançando mais pessoas por meio de conteúdos relacionados aos produtos.

Vamos falar mais sobre isso na próxima etapa....

2º Etapa

Na segunda etapa, você precisa eliminar o valor de divulgação do produto. A melhor maneira para fazer isso é divulgando o produto em canais de venda que já fazem esse papel de divulgação, como o seu próprio Whatsapp, Instagram e Facebook. 

Essa é uma maneira de utilizar a sua autoridade pessoal dentro dos perfis já existentes nessas redes. 

Dessa forma, ficará mais fácil de converter novos clientes e levá-los para a sua loja virtual… 

Leia também: Como Vender no Instagram: 14 dicas que Realmente Funcionam

3º Etapa

E por falar em loja virtual, é na terceira etapa que você deve criar uma loja virtual própria para conseguir estruturar o seu negócio. 

Então, recapitulando: para divulgar os produtos, você contará com a ajuda das redes sociais mencionadas acima. E para vender de fato, vai criar uma loja virtual para isso.

“Ah, mas é muito caro ter a minha própria loja virtual, vou ter que contratar um programador, um web designer, um designer gráfico”...

Calma! Você não precisa ser um expert nessa área, tampouco investir rios de dinheiros com profissionais da área nesse momento inicial. 

Para criar a sua loja virtual, nós indicamos a plataforma wBuy, pois além de já ter um ótimo custo-benefício (apenas 49 reais por mês), nós ainda temos cupom que você pode usar para reduzir ainda mais esse custo...

Utilize o cupom ENP1WBUY para ter 1 mês grátis na plataforma ou ENP50OFFWBUY para ter  50% de desconto durante 3 MESES clicando neste link.

Essa plataforma de Ecommerce disponibiliza templates prontos para você ajustar a sua loja do jeito que quiser e de uma maneira simples, apostando na funcionalidade do site. 

Ou seja, qualquer pessoa pode criar uma loja por lá!

Uma dica extra com relação a loja virtual: faça um logo para sua marca, mesmo que seja o seu nome. 

Você pode utilizar a ferramenta canva.com para criar um logo simplificado para divulgar nas redes sociais e personalizar o seu site. 

Mas, caso você não tenha noção alguma na área de design, recomendamos que você contrate um designer freelancer para criar sua logo. 

Em média, esse design vai sair 100 reais, o que é um baixo investimento e vale super a pena. 

Afinal, é uma maneira de transparecer mais profissionalismo e autoridade. 

4ª Etapa 

Fora o custo da sua plataforma, você também precisa registrar um domínio com o nome da loja. O valor do registro de domínio custa em torno de 40 reais.

Agora, vamos supor que o seu produto custa 50 reais e você vai vender por 100 reais na internet. Se, no primeiro mês, você fizer 20 vendas sob demanda - conforme indicamos no passo 1 -, você já dobrou o seu dinheiro, pois terá 2000 reais de faturamento (não é lucro).

No segundo mês, com mais seguidores nas suas redes, mais pessoas comprando e um maior reconhecimento, seguindo esse mesmo exemplo, você conseguiria faturar 4000 reais. E, com esse valor, já dá para pensar em investir em estoque, nossa próxima etapa.

5ª Etapa

Investir em estoque: Feito todo o processo inicial e o faturamento aumentando, vai ser possível você investir em uma construção de estoque própria,sem precisar depender do formato de venda sob demanda. 

Esse era um modelo de negócio temporário, apenas para você dar os primeiros passos e multiplicar o seu dinheiro. 

Além de investir em estoque, é nesse momento que você deve aprimorar a imagem da marca, expandir os canais de venda, entre outros pontos necessários para alavancar a sua empresa.

A ideia é continuar dobrando esse valor para aumentar o patrimônio e ter um negócio sustentável.

Mas, da forma como explicamos, você consegue investir com menos de 1.000,00 reais. Vamos fazer o cálculo para você ter uma ideia mais concreta. Veja só:

Loja Virtual: 49,00 por mês;

Domínio: 40,00 por ano;

Logotipo: 100,00;

Impulso: 300,00;

Total: 489,00. 

E por que nós colocamos esse “impulso”?

Como inicialmente o seu tráfego no site é baixo, é fundamental que você invista em tráfego pago para conseguir atrair mais pessoas para dentro do site por meio do Google Ads

Além, é claro, de alinhar as estratégias de marketing de conteúdo nas suas redes sociais para atrair pessoas por lá também, aumentando as chances de venda. 

Gostou desse exemplo de como empreender do zero com menos de um salário mínimo? 

Então, se você quer aprofundar seu conhecimento para começar seu negócio do zero na internet, aproveite a aula exclusiva e 100% grátis que o Bruno gravou para você. 

Aula Gratuita: Como Criar seu Ecommerce e faturar até 30 mil reais em 90 Dias

Nesta aula 100% Online e Gratuita, você vai conhecer o método exclusivo criado pelo maior especialista em Ecommerce do Brasil, Bruno de Oliveira.

Nela, você vai aprender como criar um Ecommerce DO ZERO e faturar seus primeiros 30 mil reais em até 90 dias.

Tudo isso de uma forma simples, segura e lucrativa.

Assista à aula gratuitamente Aqui: