Se, em algum momento, você já se perguntou o que vender na internet para ganhar dinheiro, não se preocupe… você não está sozinho. Essa é uma dúvida que assola muitos empreendedores e, por isso, vamos dar algumas sugestões neste artigo. 

Vender na internet é uma das atividades comerciais mais vantajosas da atualidade. Com um crescimento expressivo nos últimos anos, o Ecommerce tornou-se uma alternativa lucrativa para muitas empresas. 

De acordo com um relatório da Neotrust, o Ecommerce brasileiro cresceu 27% em 2021 e estudos do EBANX preveem que o segmento pode se expandir em até 30% na América Latina até 2025. 

Por tudo isso, dá para perceber que usar o digital em busca de uma renda extra é uma sábia decisão. Sendo assim, neste artigo, vamos te mostrar algumas ideias do que vender na internet para começar a lucrar. Vamos lá? 

Por que vender na internet é um bom negócio?

O mercado de Ecommerce vem crescendo de forma considerável ao longo dos últimos anos. Contudo, é inegável que a mudança nos hábitos do consumidor durante a pandemia da Covid-19 acelerou muito esse processo. 

Na prática, as vendas online têm atingido números avassaladores…

Segundo um relatório da NeoTrust, março de 2021 foi o maior mês da história em volume de vendas do comércio eletrônico brasileiro, arrecadando R$ 35,2 bilhões — um aumento de 72,2% comparado a 2020

Dentre os segmentos que mais cresceram estão o Esportivo, com + 48%, os de  Pet Shop, com + 56% e o de Casa e Decoração, com + e 155%. Mais dados como estes podem ser encontrados no estudo NuvemCommerce, produzido pela Nuvemshop

As vantagens de vender no Ecommerce

As lojas virtuais são uma das principais tendências dos últimos anos e não à toa: de acordo com dados da Neotrust, o segmento de comércio eletrônico faturou mais de R$ 53,4 bilhões no primeiro trimestre de 2021. Um número 31% maior do que em 2020. 

A verdade é que o Ecommerce se mostra, cada vez mais, como uma potência a ser reconhecida no mercado, sobretudo no Brasil. Esse modelo, afinal, tem muitas vantagens tais como: 

  • Baixo investimento inicial;
  • Possibilidade de começar de dentro de casa e sem equipe;
  • Loja disponível para compras 24 horas por dia, 7 dias por semana;
  • Possibilidade de iniciar o negócio em paralelo ao seu emprego atual
  • Vendas feitas para o país inteiro.

Será que você está preparado para entrar nessa tendência e faturar vendendo na internet? Neste artigo, vamos te dar alguns dados que podem te ajudar a encontrar o que vender na internet para ganhar dinheiro. Vamos começar? 

O que vender na internet para ganhar dinheiro: 10 ideias simples para começar o seu Ecommerce

Escolher o que vender na internet é um dos passos mais importantes para o seu negócio. Essa é uma parte essencial do plano de negócios. Mas, nem sempre é fácil conseguir a inspiração necessária para encontrar o produto, ou o nicho, perfeito. 

Para te ajudar, elencamos 10 ideias de produtos e segmentos que podem te ajudar a começar a ganhar dinheiro com Ecommerce. Veja só: 

1. Roupas

O segmento de moda é um dos que mais cresce, dentro e fora da internet. Ainda assim, é importante que você encontre um nicho de mercado, se decidir ir por este caminho… 

Alguns dos segmentos possíveis dentro da moda são as roupas infantis, plus size, roupas de maternidade ou moda praia. Faça uma boa pesquisa de mercado para entender quem são seus concorrentes neste nicho e, ainda mais importante, quem são os seus clientes em potencial. 

Aqui vão alguns artigos do Ecommerce na Prática que podem te ajudar: 

2. Itens artesanais

Você viu como o setor de Casa e Decoração cresceu nos últimos meses? Acontece que o segmento de produtos artesanais também está intimamente ligado a este mercado. Isso ganha ainda mais força quando falamos de itens regionais, ou com alto grau de personalização

Você sabia que existe um marketplace exclusivo para produtos artesanais? O Elo7 já é uma potência entre empreendedores do segmento e nós te ensinamos tudo sobre a plataforma neste artigo: Como vender no Elo7? [Guia atualizado 2022]

3. Produtos para animais de estimação

Pet Shop foi outra categoria de destaque no ano passado e você ainda pode aproveitar esta tendência! O interessante sobre este segmento é que você pode trabalhar tanto com o atacado, quanto com o varejo, já que existe uma grande variedade na demanda. 

Algumas das oportunidades dentro do segmento do Pet Shop são os artigos de higiene, roupas e guias para passeio, elementos estéticos e, claro, os produtos de necessidade como a ração. 

A gente te dá mais dicas neste artigo aqui: Como Montar um PET SHOP Online? Passo a Passo Como Montar um PET SHOP Online? Passo a Passo 

4. Cosméticos 

Cuidados com a pele, cabelos e com o resto do corpo nunca deixam de ser uma prioridade. E cada vez mais pessoas têm se atentado para a importância de cuidar da aparência para a saúde física e mental. 

Revender marcas reconhecidas, portanto, é uma ótima alternativa para fazer um dinheiro extra e ainda criar uma base de clientes. Produzir os seus próprios cosméticos também é uma alternativa e, se o seu produto tem um diferencial frente a outras opções do mercado, ainda melhor! 

Leia mais sobre este assunto aqui: Como Montar Uma Loja De Cosméticos Online │Plano de Negócios

5. Material de papelaria 

O mercado de papelaria também é um dos que mais cresceram nos últimos anos, principalmente com o aumento do home office

Cada vez mais pessoas têm investido em criar um espaço de trabalho mais confortável em casa, o que inclui o uso de agendas, blocos de anotações, canetas e tudo o mais que uma papelaria online pode prover! 

6. Acessórios para dispositivos móveis

O mercado de eletrônicos e acessórios está cada vez mais aquecido. Com o aumento do número de pessoas que trabalham em casa ou usam a internet para lazer, a demanda por dispositivos é grande… 

Dentre as opções estão equipamentos para impressoras, capinhas de celular, cartões SSD e HDD, projetores, caixas de som, enfim… uma infinidade de opções. O ideal é que você tenha uma persona  bem definida para o seu negócio, ou seja, conheça bem o perfil de cliente ideal. 

Isso vai ajudar você não só a se comunicar de maneira mais efetiva, mas também decidir quais os produtos que podem ser mais vantajosos. 

7. Produtos digitais

Também não podemos fazer uma lista do que vender na internet sem mencionar os produtos digitais – ou infoprodutos. Esse é um mercado extremamente lucrativo e que tem diversos canais de venda exclusivos, como a Hotmart, a Udemy e o Eduzz, por exemplo. 

Alguns exemplos de produtos do tipo são e-books, cursos, aulas, webinários, livros e etc. O grande diferencial dos infoprodutos é que eles são escaláveis. Ou seja, uma vez que você cria um curso ou um livro digital, esse produto pode ser compartilhado para 1.000 ou 100.000 clientes com a mesma facilidade.

Se esse assunto te interessa, temos um artigo que pode ajudar: Como vender produtos digitais: passo a passo [GUIA]

8. Produtos importados

Importar produtos para revender na internet é uma prática muito vantajosa. Isso porque os preços praticados por fornecedores estrangeiros costumam estar muito abaixo do mercado nacional, aumentando a margem de lucro do comerciante. 

Também vale lembrar que a maioria dos produtos importados – sobretudo os de marcas renomadas – têm grande procura entre os consumidores, o que também aumenta o valor percebido e pode ajudar na precificação

Se esse é um caminho que você quer seguir, este artigo é uma leitura obrigatória: Como importar da China? [GUIA COMPLETO]

9. Bijuterias e joias

O mercado de joias e bijuterias para revenda está sempre aquecido. De acordo com um estudo promovido pela Geofusion, a categoria fechou o ano de 2021 com um faturamento de R$ 8,1 bilhões no Brasil.

Dentre os estados mais interessados neste tipo de produto destacam-se Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Salvador. Outro ponto interessante do estudo: grande parte do público que se interessa por esse produto pertence à Classe A, com maior poder aquisitivo. 

Empresas do ramo se destacam pela sua capacidade de crescer mesmo em meio à crises e recessões. 

Um bom exemplo disso é a D. Martarello, loja focada na produção de joias artesanais que passou pela consultoria com o Ecommerce na Prática em um momento delicado para o negócio e, hoje, fatura milhões

Para conhecer mais sobre esse case de sucesso, leia: Essa loja de joias virou referência com uma sacada simples: conheça a D. Martarello.

10. Comida

Quando falamos sobre o que vender na internet, muitos podem pensar logo em produtos e mercadorias mas poucos lembram que itens alimentícios também podem ser um ótimo negócio…

Dentro desse segmento podemos considerar as marmitas congeladas, doces, itens de confeitaria, refeições congeladas saudáveis, quitutes sazonais e por aí vai. 

Inclusive, temos um artigo bem interessante para quem quer seguir nesse caminho: Como vender mais no iFood: aumente o seu número de pedidos 

Para ter mais ideias do que vender pela internet, ou entender melhor algumas das alternativas que elencamos aqui, que tal assistir a este vídeo em nosso canal do YouTube: 

Quer saber o que vender na internet? Veja 99 ideias de produtos lucrativos 

Como sempre orientamos nossos alunos, o tema do seu Ecommerce deve ter alguma afinidade com a sua vida pessoal

Isso porque, se você está levando o seu negócio a sério e realmente quer que ele cresça, é possível que passe a maior parte do seu dia pensando em estratégias relacionadas ao gerenciamento da sua empresa.  

E tudo isso fica mais fácil quando você gosta do que faz, não é mesmo? 

Mas, é claro, nem sempre fica claro como podemos usar nossas afinidades e pontos fortes para criar um Ecommerce. E é por isso que criamos uma lista com 99 opções de produtos que você pode vender na internet. Podemos apostar que algum deles tem a ver com você… 

  1. Roupas fitness para malhar;
  2. Roupinhas para bebês;
  3. Perfumes importados;
  4. Cosméticos orgânicos;
  5. Suplementos para emagrecimento;
  6. Marmitas fitness congeladas;
  7. Móveis planejados;
  8. Quadros decorativos;
  9. Peças de decoração para casas e apartamentos;
  10. iPhones seminovos;
  11. Livros de autoajuda;
  12. Livros voltados para concursos públicos;
  13. Livros voltados para cursos específicos de graduação;
  14. Artigos esportivos;
  15. Cervejas artesanais;
  16. Vinhos;
  17. Autopeças;
  18. Salgadinhos congelados;
  19. Calçados femininos;
  20. Calçados infantis;
  21. Artigos para enxoval;
  22. Camisetas de filmes e séries;
  23. Artigos para motociclistas;
  24. Instrumentos musicais;
  25. Moda masculina jovem;
  26. Moda masculina social;
  27. Acessórios masculinos de luxo;
  28. Anéis femininos;
  29. Relógios femininos;
  30. Almofadas personalizadas;
  31. Pôsteres emoldurados;
  32. Capas personalizadas para galões de água;
  33. Artigos decorativos para bares;
  34. Doces;
  35. Autopeças para carros de luxo;
  36. Vestidos de luxo;
  37. Moda plus size;
  38. Artigos para pesca;
  39. Artigos para ciclistas;
  40. Peças de bike;
  41. Incensos;
  42. Narguilé e artigos relacionados;
  43. Óculos de sol;
  44. Camisetas de bandas;
  45. Relógios masculinos;
  46. Câmeras fotográficas;
  47. Artigos para fotógrafos;
  48. Pinturas para decoração de casas e apartamentos;
  49. Bolsas femininas;
  50. Suprimentos de informática;
  51. Moda praia;
  52. Videogames;
  53. Acessórios para gamers (mouse, fones especiais etc);
  54. Óculos artesanais;
  55. Lingeries;
  56. Artigos de sex shop;
  57. Mochilas masculinas de couro;
  58. Papelaria;
  59. Material escolar;
  60. Chinelos personalizados;
  61. Sabonetes e cremes artesanais;
  62. Lembrancinhas para chá de bebê;
  63. Bombons e trufas;
  64. Artigos para surfistas;
  65. Bolsas femininas de luxo;
  66. Cosméticos masculinos importados;
  67. Bolsas masculinas;
  68. Plantas naturais e artificiais para escritórios;
  69. Móveis para home office;
  70. Livros de negócios;
  71. Camisas sociais para homens;
  72. Acessórios masculinos de luxo;
  73. Cupcakes;
  74. Roupinhas para pets;
  75. Artigos de época;
  76. Produtos de emagrecimento (cintas, equipamentos de ginástica etc);
  77. Artigos para cabeleireiros;
  78. Cosméticos para salões de beleza;
  79. Pimentas especiais;
  80. Hortifruti;
  81. Brinquedos infantis;
  82. Colecionáveis para adultos;
  83. Bonés;
  84. Bolo no pote;
  85. Brinquedinhos para pets;
  86. Artigos para noivas;
  87. Sapatos masculinos;
  88. Artigos para corredores profissionais;
  89. Maquiagem;
  90. Papel parede;
  91. Artigos para camping;
  92. Piscinas plásticas de diversos tamanhos;
  93. Artigos para skatistas;
  94. Canivetes personalizados;
  95. Lembrancinhas para casamento;
  96. Artigos de decoração para festas;
  97. Taças personalizadas;
  98. Comidinhas e acessórios para pets;
  99. Brinquedos para bebês.

Vale a pena ressaltar que, por mais que alguns desses produtos pareçam nichados demais, ou que não tenham público o suficiente para alavancar o seu negócio, você deve considerá-los com atenção. 

Muitos empreendedores inexperientes pensam que quanto maior o público alcançado por um produto, melhor – mas não é bem assim. 

Os nichos de mercado são ferramentas poderosas para alavancar um comércio eletrônico, sobretudo quando o empreendimento está dando os seus primeiros passos.

Escolher o nicho – ou até mesmo o micro nicho – correto é o primeiro passo na direção certa. 

Este é o ponto de partida para desafios mais arrojados, tais como elaborar o planejamento inicial do negócio, encontrar fornecedores para esses produtos e também mapear a persona do negócio.

Esses são os primeiros passos – e também alguns dos mais importantes! – para quem está pensando em empreender no mundo virtual. Se você está nesse grupo, saiba que as estimativas são muito boas para os próximos anos.

Em parte, isso significa que existe muito espaço para aqueles que decidirem, hoje, iniciar sua jornada nesse negócio.

Como vender na internet: 3 dicas 

Agora que você já viu algumas ideias do que vender na internet, vale a pena entender também quais as melhores práticas para satisfazer os clientes e gerar mais valor para sua marca. 

Veja agora as dicas: 

1. Faça um planejamento

É extremamente importante que você saiba que tipo de produto quer vender, quem é o seu público e quais os canais de venda que serão utilizados. Tudo isso faz parte do planejamento do seu negócio. 

Por isso, tome um tempo para acertar estes detalhes antes de investir em estoque ou anunciar qualquer produto. Podemos garantir que se preparar vale muito a pena! 

2. Pense na experiência do cliente desde o primeiro momento

A experiência do cliente é um dos elementos mais importantes para qualquer empresa de sucesso. Isso porque consumidores insatisfeitos podem comprometer a reputação da sua empresa e sua viabilidade em longo prazo. 

Por isso, tenha em mente quais serão os canais de venda – loja virtual própria ou marketplace, por exemplo – métodos de entrega – que precisam ser rápidos e de baixo custo – como será a unboxing experience e mais. 

3. Faça anúncios, se possível

Se você quer vender na internet com volume e consistência, não há escapatória: é preciso anunciar seus produtos. E quando falamos em anúncios estamos nos referindo à veiculação de comunicações patrocinadas em canais como o Google Ads e o Facebook Ads

Esse pode parecer um investimento grande mas, com o planejamento certo, temos certeza de que é uma iniciativa muito vantajosa. Para continuar aprendendo sobre o assunto, leia: Como gerar tráfego para o meu site? 8 estratégias que funcionam.

Aprenda a vender qualquer produto na internet com o Ecommerce na Prática! 

Agora que você já sabe o que vender na internet para ganhar dinheiro, precisamos te contar um segredo: com o método certo e muito planejamento, você pode vender qualquer produto

Nós, do Ecommerce na Prática, criamos e aperfeiçoamos este método ao longo de muitos anos, ajudando milhares de empreendedores a tirarem seus negócios do papel mesmo sem experiência. 

Esse método vai te ensinar todo o processo de validação e estruturação da sua empresa. Seguindo esse passo a passo, você vai atingir seus primeiros R$ 30 mil em vendas em cerca de 90 dias. 

Essa não é uma promessa vazia, mas sim um dado que observamos ao longo de nossa experiência. Saia da estaca zero e comece a vender já – independente do produto escolhido! 

Assista à aula gratuita agora, clicando aqui

Perguntas Frequentes

Por que vender na internet é um bom negócio?

O comércio eletrônico é um segmento que fatura bilhões todos os anos, apresentando crescimento a cada novo ciclo. Além disso, vender na internet permite que você trabalhe com flexibilidade e seja dono do seu próprio negócio, sendo uma atividade muito vantajosa.

Qual o melhor produto para vender pela internet?

Dentre os melhores produtos para vender na internet estão roupas, itens artesanais, artigos para pet, cosméticos, materiais de papelaria, acessórios para dispositivos móveis, infoprodutos, bijuterias e comida.

O que é mais fácil de vender na internet?

De acordo com alguns estudos, o segmento de moda é um dos que apresenta maior volume de vendas, tornando estes produtos mais fáceis de comercializar na internet.

As vantagens de vender no Ecommerce

Algumas vantagens do Ecommerce são: representa um baixo investimento inicial; Possibilidade de começar de dentro de casa e sem equipe; Loja disponível para compras 24 horas por dia, 7 dias por semana; Possibilidade de iniciar o negócio em paralelo ao seu emprego atual; Vendas feitas para o país inteiro.