Sua Loja Virtual NÃO VENDE: os 6 Motivos Mais Comuns


loja virtual não vende

Desde quando eu comecei o Ecommerce na Prática com o intuito de ajudar empreendedores a prosperarem nas vendas online, uma pergunta tem chegado demais por email e redes sociais:

Bruno, minha loja virtual não vende… O que eu estou fazendo de errado?

Cara, vender é uma coisa simples… Não estou dizendo que é fácil, mas é simples. Basta encontrar um produto ou serviço que tenha demanda e estudar as melhores estratégias para entregar isso ao público. Não tem muito segredo.

Mesmo assim, muita gente escorrega na hora de encontrar um caminho de vendas no ecommerce.

Você sabia que, segundo um levantamento do Sebrae, mais de 60% das lojas virtuais que são abertas em nosso país fecham as portas em menos de 1 ano???

No texto de hoje eu vou te falar sobre os 6 erros comuns que estão quebrando esses negócios. Vamos lá!

loja virtual não vende

1. Tráfego INSUFICIENTE na Loja Virtual

Muita gente pensa em “fazer mais vendas” e não pensa em “gerar mais tráfego”. Isso não faz nenhum sentido, já que uma coisa é diretamente proporcional à outra.

Hoje em dia, no Brasil, as lojas virtuais têm uma taxa de conversão média de 0.5%. Caso você não saiba, a taxa de conversão nada mais é que a relação entre as pessoas que acessam o seu site e as pessoas que compram dentro dele.

Uma taxa de conversão dessas indica que, para cada 200 visitantes únicos que você tem em um dia, um comprará de você… Ter conhecimento sobre essa informação é fundamental na hora de traçar as suas metas.

Não adianta cravar que você quer 10 vendas por dia se atualmente, sua operação atrai 100 visitas diárias. Uma coisa está atrelada à outra, não tem jeito.

Sendo assim, eu recomendo que você estude muito bem as métricas da sua loja virtual e veja quanto tráfego ela está atraindo… A lógica é simples:

+TRÁFEGO = + EXPOSIÇÃO DOS PRODUTOS = + VENDAS

Como Gerar MAIS TRÁFEGO Para o seu Negócio?

Se a pergunta é sobre como gerar mais tráfego para um ecommerce, existem alguns caminhos inteligentes a serem seguidos.

Em primeiro lugar, como já disse, os links patrocinados resolvem a situação a curto prazo. Entenda em quais redes sociais sua persona está e de quais maneiras ela consome conteúdo online. Vamos falar mais sobre sua persona jajá…

Depois disso, você precisa usar a criatividade para atrair mais pessoas para o seu site.

Ficar só promovendo ofertas nas redes sociais, por exemplo, não atrai clique nenhum. Pelo contrário, as pessoas vão parar de seguir você.

Dependendo de qual é o seu mercado, criar um blog pode ser uma ótima ideia. Para o segmento de moda ou de esportes, por exemplo, isso geralmente funciona muito bem.

O mesmo vale para um canal no Youtube. Você pode dar dicas, contar histórias, fazer reviews… Tudo de uma forma muito fácil e rápida. Não complique: lembre-se que você pode começar com a câmera do celular =)

Além disso, procure sempre por novas parcerias com os chamados influenciadores digitais. Saiba quem são as pessoas com autoridade no seu mercado e vá atrás delas… Compre um post patrocinado, um texto, não importa.

O importante é fazer com que a audiência desse influenciador visite o seu site, passando assim a conhecer a sua marca.

Por último, é claro, eu não podia deixar de falar sobre SEO. Essa solução, apesar de ser a longo prazo, não pode ser desprezada por quem tem um negócio sério na internet.

Ainda não sabe nada de SEO para ecommerce? Então acesse o artigo onde falo sobre o básico que você precisa conhecer sobre o assunto.

loja virtual não vende

2. Coloque de Uma Vez na Cabeça: o MARKETING é o seu PRINCIPAL INVESTIMENTO

Muita gente reclama que a loja virtual não vende e, quando você vai analisar o projeto, percebe que nenhuma campanha de marketing digital foi feita. Investir em marketing é fundamental para qualquer negócio, principalmente um negócio na internet.

Entenda que no início, seu ecommerce é como uma lojinha no fundo de uma galeria — e adivinha? Ninguém passa por lá.

Muitos outros concorrentes, além de investirem pesado em marketing, também já fizeram nome (com anos no mercado), e por isso atraem compradores com muito mais facilidade.

Para equilibrar isso, sua luta precisa ser diária, crescendo um pouco por vez… Caso ainda não saiba nada sobre marketing digital, é preciso investir um bom tempo estudando sobre o assunto. Recomendo começar entendendo a lógica de plataformas como Facebook Ads e Google Adwords.

Depois de começar os seus anúncios, você vai perceber que o tráfego começa a ser gerado. Agora o que queremos saber é qual a qualidade desse tráfego.

loja virtual não vende

3. Pra QUEM Você Está Vendendo?

Se você seguiu os últimos passos e começou a aumentar o tráfego do seu ecommerce, a próxima etapa é entender que não é qualquer tráfego que interessa para nós… O que queremos é atrair tráfego qualificado — ou seja, potenciais clientes… Gente interessada no que vendemos.

Dito isso, só tem uma coisa que eu poderia te recomendar: conheça MUITO BEM a sua persona.

Sim, eu sei que isso é até um pouco clichê, mas acredite, ninguém se dá bem no mundo dos negócios se não souber exatamente para quem está vendendo.

Em primeiro lugar, eu vou indicar um outro conteúdo do blog onde falo sobre personas. Depois de finalizar a leitura você com certeza vai ter uma visão mais completa sobre o assunto.

E não se engane: isso não é perda de tempo. É uma questão estratégica muito mais importante que qualquer outra atividade operacional do seu negócio.

Em segundo lugar, quero propor um exercício. No próprio texto (sobre persona) você vai ver que eu falo sobre o mapa de empatia, uma folha que te faz 6 perguntas bastante específicas em relação aos seus clientes.

Apesar de muito simples, essas pequenas reflexões vão te levar a entender exatamente como é a vida de quem compra de você…

Muitas vezes, a maior dificuldade de um empreendedor é enxergar o mundo com os olhos do cliente. Fazendo isso fica bastante simples entender o que essas pessoas querem, quais são seus anseios, problemas, motivações, sonhos etc.

Sugiro que você pare por algum tempo e responda às perguntas que eu indico por lá.

loja virtual não vende

4. Imitar os Grandes vai QUEBRAR Você

Muitos empreendedores que reclamam que seu ecommerce não vende estão cometendo um erro muito simples: imitando o modelo dos grandes players do mercado. E aqui as coisas começam a ficar perigosas…

Quando duas empresas são muito diferentes, o caso de um pequeno negócio comparado à Netshoes, por exemplo, elas não podem atuar da mesma forma… Um modelo simplesmente não funciona na mesma lógica do outro.

Não é preciso pensar muito para entender que nomes como Pontofrio, Netshoes e Dafiti são marcas que contam com grandes investimentos, executivos de alto escalão e milhares de funcionários. Isso não tem nada a ver com o seu ecommerce, que pode estar funcionando até de dentro da sua própria casa…

Além disso, esses caras gastam milhões de reais com publicidade e tem aporte financeiro suficiente para recuperarem-se de grandes prejuízos… Acredito que esse não seja o seu caso, certo?

Dito isso, vou concluir: inspire-se na Netshoes, mas não queira ser como ela… Pelo menos não no começo.

Quando se tem recursos limitados e um nome desconhecido no mercado, você precisa crescer aos poucos e de maneira sustentável.

O melhor conselho que eu posso dar é: foque em um nicho e resolva muito bem os problemas dos clientes desse segmento. Estude o mercado e veja o que ele tem e o que não tem. Faça diferente, seja único.

Quando você trabalha com um nicho mais específico, diminui a gama de concorrentes, consegue focar energia no que realmente importa e, consequentemente, fica muito mais fácil passar a ser conhecido naquele micro universo.

Forneça um atendimento fantástico para os seus clientes, entenda tudo sobre os seus produtos, esteja disposto a responder todas as dúvidas em relação ao seu segmento… É assim que o seu nome e credibilidade começam a se destacar no mercado e, de repente, você já não é só mais uma loja no fundo da galeria.

loja virtual não vende

5. Criando Autoridade, Gerando CREDIBILIDADE

Se um ecommerce não vende, muitas vezes o que falta é credibilidade.

Os produtos são bons, os preços atrativos, existe demanda, mas o usuário sempre chega em seu site, acha aquilo pouco confiável e simplesmente vai comprar da concorrência.

Existem algumas formas de melhorar isso. O objetivo aqui é passar seriedade para o mercado.

Em primeiro lugar, as páginas institucionais do seu site precisam ser as melhores. Crie uma página “A Empresa” contando um pouco sobre a sua história, mostrando como tudo começou, visão e valores da marca etc.

O mesmo precisa ser feito para as páginas de termos de uso, política de privacidade, política de envio, trocas e devoluções etc.

Por mais que pareça bobagem, essas páginas são importantíssimas, então não faça de qualquer jeito. Quando um cliente acessa o seu site, precisa estar muito claro para ele o que acontece em caso de extravio, de mudança no endereço de entrega, de devolução… Explique ponto por ponto. Só assim ele vai confiar em você.

loja virtual não vende

Outro truque certeiro é apostar na prova social, ou seja, usar depoimentos de outros clientes para provar que comprar de você é seguro de verdade.

Fazer isso é muito simples, óbvio e eficiente. Não deixe de testar.

Além disso, outras ferramentas e informações também são fundamentais na hora de passar uma imagem mais séria para o mercado:

  • CNPJ
  • Telefone fixo
  • WhatsApp
  • SAC (email)

No caso do telefone fixo, ele tem muito mais credibilidade porque dá à sua marca um aspecto de profissionalismo, diferente do que aconteceria se você usasse somente um número de celular.

Mas veja só: se vai trabalhar com essas ferramentas, é melhor não demorar demais na hora de responder.

Não adianta oferecer um SAC e demorar dias para responder os emails dos clientes. Não adianta oferecer atendimento via WhatsApp e simplesmente não acessar o aplicativo. Não adianta oferecer telefone fixo se você não atende as ligações.

Sua empresa só vai vender como uma empresa séria se ela de fato for séria =)

Certificado de Segurança, Redes Sociais e Reclame Aqui

Além disso, outros 3 pontos ajudam muito a sua marca a ter crédito no mercado:

Investir em um certificado de segurança

Um certificado SSL, por exemplo, pode ser contratado por um preço muito acessível (pago anualmente). Através dele o seu site ganha um cadeado no navegador, indicando ser aquele um ambiente seguro de compras.

Qualquer manual de compras sugerido pelo Procon, por exemplo, traz essa recomendação ao consumidor. Sendo assim, esse é um detalhe importante que muitos clientes conferem antes de realizar a compra.

Redes Sociais

Redes sociais com conteúdo recorrente, engajamento e um número razoável de curtidas também ajudam a aumentar a credibilidade da marca.

Quantas vezes você já não foi conferir a fanpage de determinada loja virtual antes de finalizar a compra??

Essa é uma das primeiras coisas que um cliente fará se estiver desconfiado da sua marca.

Reclame Aqui

O fundador do Reclame Aqui disse uma vez que “se a sua empresa não está no Reclame Aqui, ela não existe”.

Por incrível que pareça, a frase até que faz bastante sentido.

Mesmo que você não tenha reclamações por lá (o que é ótimo), vale cadastrar os dados da sua empresa… Assim ela sempre poderá ser encontrada por usuários que façam buscas no Google, por exemplo.

Para fazer o cadastro basta acessar o site e fornecer algumas informações sobre o seu ecommerce.

loja virtual não vende

6. Gaste Mais Tempo com as Descrições dos Seus Produtos

Por último, eu quero falar de um detalhe importantíssimo que não ganha a devida atenção da maioria dos empreendedores: as descrições dos produtos.

Vender no varejo, seja ele físico ou online, é sinônimo de enfrentar, dia após dia, fortes concorrentes que muitas vezes têm o mesmo preço que o seu.

Dito isso, uma forma bastante simples de fugir da guerra de preços é apostar em descrições mais elaboradas e sofisticadas.

Por exemplo:

O cliente entra em quatro sites. Três deles com praticamente as mesmas imagens e descrições dos produtos. Os preços também são parecidos.

No quarto, o preço é parecido, mas as descrições são diferenciadas: elas dão todos os detalhes sobre o produto, mostram do que ele é capaz, existem fotos de vários ângulos, dicas de usabilidade… Quem escreveu aquilo certamente entende muito do assunto e é apaixonado pelo que vende.

Agora eu te pergunto: de quem você acha que o cliente vai comprar?!

Além disso, você também pode investir algum tempo para criar reviews de cada produto (ou somente dos que têm mais saída). Além do review aumentar as conversões de uma loja, ele também serve para você dar a cara a tapa e apresentar-se como o dono da loja em questão.

Depois de ter a chance de conhecer você em um vídeo, os níveis de desconfiança do cliente certamente diminuirão muito… Isso não será mais um obstáculo impedindo sua loja virtual de vender mais.

loja virtual não vende

E aí, gostou do que viu por aqui hoje? Essas são as 6 principais dicas que eu posso dar pra quem chega até mim dizendo “Ah, minha loja virtual não vende, o que eu devo fazer?!”.

Se as vendas não estão vindo, você certamente está errando em um ou mais desses 6 pontos. Corrija o que está errado e siga em frente! Vamos crescer =)

Palestra online gratuita: “Como Montar seu Ecommerce do Zero”

Caso esteja dando os primeiros passos no ecommerce, eu tenho um material que pode turbinar o crescimento do seu negócio online.

É a minha palestra “Como Montar seu Ecommerce do Zero”, que ensina um passo a passo simples de como iniciar uma operação de ecommerce de forma rápida, simples e o principal: vendendo desde o começo.

As técnicas são baseadas no meu curso Viver de Ecommerce, que já ajudou milhares de alunos a atingirem os 100 mil reais em faturamento.

O conteúdo da palestra, apesar de estar disponível gratuitamente na internet, não vai ficar lá por muito tempo. Mais pra frente pode ser que eu passe a cobrar por essa palestra… Esse é o poder que ela tem.

Ficou interessado?! Então eu recomendo que você reserve alguns minutos ainda hoje para assisti-la enquanto está no ar. Faça sua inscrição clicando no banner abaixo:

curso-de-ecommerce-do-zero

Você também pode me encontrar no Facebook e Youtube.

Um forte abraço e até a próxima!!

Comentários

  1. diz

    Bom dia Bruno!
    Parabéns pelo excelente trabalho .Suas dicas são de muita importância para nós, novatos neste mundo do E-commerce.
    Meu E-commerce subiu faz um mês, tem regularmente 12 mil visitas ao mês, e mesmo assim não gerou nenhuma venda.
    Qual o tempo de um E-commerce que segue todos esses pontos levantos por você,comerciar a vendar.

    Att
    Denis

  2. diz

    Bruno,

    Qualquer informacao é bem vinda.
    Estou direcionando fortemente meu investimento de loja fisica para ecommerce. Estarei atenta. Qualquer dica,palestra, leitura, videos, por favor, entre em contato.

    Att.
    Bruna

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>